Igreja do Convento de São Francisco de Mogadouro/Altar-mor e respectivas pinturas

Detalhes/Informações

Report Abuse

Convento de S Francisco
0 0 Reviews
Popular

Igreja do Convento de São Francisco de Mogadouro/Altar-mor e respectivas pinturas

"O Convento de São Francisco de Mogadouro terá sido fundado no início do século XVII, e a obra de construção do edifício conventual terá sido iniciada cerca de 1620, tendo como patrocinador D. Luís Álvares de Távora. O estaleiro de obras prolongou-se por toda a centúria e apenas no ano de 1682 a estrutura do cenóbio ficou concluída.
Apresentando evidentes influências do modelo das igrejas jesuítas, o templo de São Francisco desenvolve-se em planta de cruz latina com três naves, capela-mor e sacristia. A fachada de gosto maneirista destaca-se pela verticalidade dos volumes e pela erudição da traça.
Com galilé dividida em três pórticos, possui no registo intermédio um nicho com a imagem do padroeiro, integrado numa moldura com frontão e volutas de gosto flamengo e ladeado por janelas. Do lado esquerdo, ultrapassando a cércea do frontão triangular que remata o frontispício, foi edificada a torre sineira, coroada com pináculos.
No interior, destaca-se o cadeiral do coro-alto, uma excelente obra maneirista repleta de relevos de motivos de grutesco . Nas naves laterais foram edificadas capelas, com pórtico em arco pleno e altares de talha. A nave principal é coberta por abóbada de canhão decorada.
No centro da capela-mor foi edificado o retábulo-mor de talha, atribuído a Francisco Lopes de Matos. Assente sobre dois pedestais de granito, o retábulo de linhas maneiristas divide-se em dois registos de edículas, sendo o conjunto rematado por ático circular. Toda a estrutura é decorada com relevos de motivos fitomórficos e figuras de cabeças aladas, albergando um conjunto de tábuas com representações da vida de São Francisco.
Depois de sofrer dois incêndios que destruíram parte dos anexos conventuais, um nos finais do século XIX, outro na década de 20 do século XX, o convento sofreu obras de reforma e restauro, albergando desde 1971 diversos serviços camarários."
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Altar-mor e respectivas pinturas

Imóvel
"Implantado a Este do castelo da vila de Mogadouro, o Convento de São Francisco preserva ainda a sua igreja e parte do antigo claustro. O templo apresenta evidentes influências dos modelos jesuítas, desenvolvendo-se em planta de cruz latina com três naves, capela-mor e sacristia. A fachada, de gosto maneirista e toda em cantaria de pedra à vista, destaca-se pela verticalidade dos volumes e pela erudição da traça. Possuiu uma galilé dividida em três pórticos sobre os quais surgem duas janelas de vão reto. A cornija moldurada enquadra um nicho centrado na fachada com a imagem de S. Francisco. De cada lado deste nicho surgem pilastras que suportam um frontão triangular rasgado por janela circular. O cunhal do lado esquerdo serve como elemento estrutural à torre sineira, dividida em quatro registos.
No interior da igreja a nave principal surge coberta por abóbada de canhão decorada, sendo as naves laterais ocupadas por diversas capelas.
A capela-mor ostenta um retábulo em talha dourada atribuído a Francisco Lopes de Matos que assenta sobre dois pedestais de granito. Este retábulo, de linhas maneiristas, divide-se em dois registos de edículas, sendo o conjunto rematado por ático circular. Toda a estrutura é decorada com relevos de motivos fitomórficos e figuras de cabeças aladas, conservando telas apenas no primeiro registo, pinturas estas que representam cenas da vida de S. Francisco. De salientar ainda o grande sacrário em talha dourada colocado ao centro do altar."

História

"O Convento de São Francisco de Mogadouro albergou, na sua origem, uma comunidade masculina pertencente à Terceira Ordem da Penitência. Fundado no principio do século XVII contou, logo após o início das obras, com um importante apoio de D. Luís Álvares de Távora (1634-1672), primeiro Marquês do título e 9º Senhor de Mogadouro, figura de grande destaque na Guerra da Restauração.
As obras de construção deste cenóbio prolongaram-se ainda durante vários anos, muito possivelmente pela morte prematura do seu principal mecenas, sendo que apenas no ano de 1682 a estrutura principal do convento terá ficado concluída. Como infelizmente era frequente, também este convento será vítima de incêndios (um no séc. XIX e outro no séc. XX), calamidades estas que atingem sobretudo os anexos conventuais.
No início do século XX era ainda visível um muro que encerrava a zona do claustro, muro este entretanto derrubado durante as obras de reforma do complexo conventual que levaram à instalação, a partir de 1971, de diversos serviços camarários, servindo hoje como sede da Câmara Municipal de Mogadouro.

Maria Ramalho/DPIMI/2020.

 

Fonte:

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/74652

http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/pesquisa-do-patrimonio/classificado-ou-em-vias-de-classificacao/geral/view/24228057

 

Detalhes

Interesse Turístico
Arqueológico e Arquitetónicos, Recreação

Informações de Contacto

Morada
Mogadouro, 5200-244 MOGADOURO, Mogadouro, Bragança
Telefone Móvel
Telefone Fixo
Cód. Postal
5200-206 Mogadouro

Autor Info

Batista Vitor

Membro desde 4 anos atrás
Ver Perfil

Igreja do Convento de São Francisco de Mogadouro/Altar-mor e respectivas pinturas 0 reviews

Write Your Review

There are no reviews yet.

Write Your Review

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Igreja do Convento de São Francisco de Mogadouro/Altar-mor e respectivas pinturas 0 reviews

Write Your Review

There are no reviews yet.

Write Your Review

Your email address will not be published. Required fields are marked *